logo-mini

KAFKA COFFEE SHOP E O INÍCIO DE TUDO

Share

KAFKA COFFEE SHOP E O INÍCIO DE TUDO

Não tem como começar a falar do nosso trabalho sem falar sobre os clientes que buscamos. Danillo, Antônio e Felipe nos procuraram quando o Kafka Coffee Shop ainda era uma reunião de argamassa, cimento e tijolos numa casa na zona norte recifense. Como um spoiler da sintonia, também passávamos por uma reforma que transformaria completamente nossa dinâmica de vida: a mudança de Recife para o Vale do Capão, um paraíso sobre cristais, localizado na Chapada Diamantina – BA.

Esse foi o clima que guiou praticamente todos os encontros, emails e ideias trocadas: a expectativa por uma série de vivências e aprendizados que iniciavam aqui e ali. Surgiram infinitas afinidades além-trabalho, o que, desde o início, fez o contato ser sempre transparente e, essencialmente, divertido.

”A Manga Rosa foi fundamental na criação da nossa identidade. Todas as ideias fizeram a diferença e, mais do que isso, serviram como motivação pra que a gente continue inovando nossa comunicação e nosso espaço.” Danillo Dias, sócio-fundado do Kafka Coffee Shop.

O Kafka foi um sinalizador importante. ‘’É possível!’’, pensamos. A cada audio repleto de elogios e empolgação, ‘’É possível!’’. A cada feedback tratado de forma leve, na busca pela melhoria, seguindo a instintiva política do não-crucificarás, outro ‘’É possível’’. Fomos crescendo juntos e compartilhando conquistas, risadas, números e elogios. Seguimos comemorando os resultados e dias de casa lotada.

O processo criativo

Surrealidade foi a palavra guia para a criação da identidade visual e da brand persona. As cores representam a transição do dia para a noite, reforçando que no Kafka tem espaço para um café especial no meio da tarde, acompanhado de um vinil bem selecionado. Mas também tem uma boa coleção de cervejas e músicas noite adentro. Dias calmos e noites intranquilas ao estilo kafkiano.

Para ver os trabalhos desenvolvidos para o Kafka, clique aqui. E volte sempre.

Aida Polimeni

Graduada em comunicação social no Escola Superior de Marketing, estudou na ESPM - SP, trabalhou em grandes agências do Recife e ganhou prêmios, como manda o figurino. Após a maternidade, sentiu a necessidade de debater o espaço das mulheres no mercado de trabalho. Muitas coisas a levaram para uma vida na estrada, mas essa é uma história que fica melhor contada aos poucos.


Leave a Comment